Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




sexta-feira, outubro 04, 2013

Doutrinação e reação doutrinária

Sobre: Universitário se recusa a fazer trabalho sobre Marx e escreve carta http://glo.bo/1g3YvZG #G1
Bah, que salada! Foi do funk ao Camboja! Uma coisa é ele procurar provar a ligação do autoritarismo com o marxismo (que há mesmo), mas outra é recorrer à teoria de Marx, que parece o que foi solicitado pelo professor. O que ele fez foi algo similar a criticar o liberalismo enquanto filosofia criticando a situação dos piores casos de sociedades capitalistas. Se o trabalho é sobre Marx, não é o mesmo que falar sobre a URSS; se o trabalho é sobre A. Smith, não é o mesmo que falar sobre os EUA. Agora se o objetivo do trabalho fosse estabelecer uma ligação entre teoria normativa e realidade histórica, daí sim. Mas pelo que conheço desses professores medíocres, aposto que não era este o intuito. Enfim, o que o garoto fez, à guisa de protesto, foi jogar a toalha e emitir um sonoro 'buáááááá', pois se ele queria mesmo provar a picaretagem de seu mestre (no que eu o apoiaria completamente) teria que fazer seu trabalho sentando a ripa no filósofo e expor o mesmo na internet com a nota atribuída para (novamente) provar que o seu professor não teve objetividade no trabalho. Objetividade e não neutralidade é a palavra certa para o trabalho acadêmico, uma vez que ninguém é neutro, por mais que se esforce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário