Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




quarta-feira, janeiro 30, 2013

Pondérações sobre a Guerra de Secessão Americana

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Batalhas_da_Guerra_Civil_Americana

 Pondé... O causo é o seguinte, ele mistura fatos, certos historicamente falando, com opiniões, algumas claramente anacrônicas. Primeiro um aspecto moral, Lincoln não atacou o Sul para "estuprar mulheres", embora isto ocorra em maior ou menor grau em todas as guerras. Generais de moral ilibada e outros oficiais punem severamente subordinados que façam este tipo de coisa, mas aí é outro assunto... O que Lincoln fez teve um subproduto que foi a abolição da escravidão, o que foi algo muito bom. Só não foi 'ótimo', porque isto só ocorreria com a redução drástica do racismo, que não termina por decreto, como bem sabemos. O racismo só diminui (porque não termina nunca, assim como a inveja) para níveis irrisórios, com a maior miscigenação, o que vai ocorrer de uma forma ou de outra com a maior imigração nos EUA que, no caso, é latino-americana. Isto também gera, inadvertidamente, reações racistas dos próprios negros contra hispano-americanos, dentre outras razões por menos recursos para divisão em benefícios estatais. 

sexta-feira, janeiro 25, 2013

Algumas razões para relativizar São Paulo

"Há 40 anos, o trânsito de São Paulo já era assim. A foto foi tirada próximo ao cruzamento da avenidas Consolação e São Luís. Para comemorar o aniversário de SP, o Estadão lança um guia de informações históricas. Agora, no iPhone ou no Android, basta dois toques para saber mais sobre lugares emblemáticos, como Praça da Sé e Masp. E ver fotos. Veja mais em http://migre.me/cY7Ae" 
Neste texto Folha de S.Paulo - Especial - 10 razões para odiar São Paulo - 25/01/2013, Bárbara Gancia aponta razões para criticar São Paulo. Acho que em alguns casos lhe faltou um senso de relativização...

ÔPS!

quinta-feira, janeiro 24, 2013

Goodbye Pork Pie Hat - Bert Jansch and John Renbourn.

Um outro mundo é terrível


Antigamente se dizia que a ficção científica previa o futuro. Hoje em dia parece que este posto foi deixado para a comédia...



"Um outro mundo é possível" -- Fórum Social Mundial

segunda-feira, janeiro 14, 2013

Urbanismo Populista

TUESDAY, MAY 31, 2005

Urbanismo

.
.

por Anselmo Heidrich em 24 de fevereiro de 2004
Resumo: Tanto permanecer legal quanto se tornar legal é extremamente difícil em países pobres e esta é, em grande medida, uma das razões de sua pobreza. O estado e sua corja burocrática induzem a ilegalidade, a informalidade e a ausência de cidadania

quinta-feira, janeiro 10, 2013

Weber coletivista?

FRIDAY, DECEMBER 11, 2009

Weber coletivista?


É certo que um individualismo metodológico não significa um individualismo ético. Como alemão, Weber dificilmente aceitaria o segundo, mas sua posição política, ou melhor, sua ‘metodologia’ política está mais para a liderança, força, domínio de um Nietzsche que um democrata estaria para a sociedade ou um socialista para o partido. Equipar Weber aos coletivistas é sofisma ou desconhecimento. Absurdo. 

BBC News - Killer whales trapped in Canadian ice stretch

As orcas se revezam para tomar ar: BBC News - Killer whales trapped in Canadian ice stretch. E aí randianos, onde está o "egoísmo racional" aí?

quarta-feira, janeiro 09, 2013

Os limites da justiça social internacional

SUNDAY, MARCH 20, 2005

Os Limites da Justiça Social Internacional

“'Justiça', hoje em dia, tornou-se um termo inflacionado na cultura política nacional e internacional ultrapassando o próprio âmbito jurídico e se estendendo para o econômico e o cultural. Na verdade, uma grande fonte de irracionalismo, a palavra “justiça” tem sido mal utilizada e soa como mero clichê para ressentidos que utilizam seus sentimentos como base para uma pretensa (e falaciosa) compreensão dos problemas mundiais.”

segunda-feira, janeiro 07, 2013

Demência, acrítica e embromação


Ou como escrever meias verdades para bancar o completo mentiroso: 
Ciencia, Politica e Religião: Alimentos são jogados fora enquanto morre gente de...: 7/1/2013 14:51 Por Redação, com Adital - de Lisboa via Correio do Brasil Toneladas de alimentos são produzidas no mundo e parte disso vai pa...
"Como manipular contando meias-verdades" deveria ser o título do tópico. Aqui: http://geofactualidades.blogspot.com.br/2012/11/fome-no-mundo.html, o que o maniqueísta esconde, que em duas décadas, houve uma brutal redução da massa famélica mundial. Para os continentes até pouco tempo pobres da Ásia e América Latina, a nutrição aumenta e, no caso da África, a subnutrição é que aumenta. Culpa do capitalismo ou do tribalismo associado ao hiato entre tecnologia e mercado? Entre população rural e urbana? Então, meus caros, quando lerem que o blog é de "ciência, política e religião" podem traduzir por "demência, acrítica e embromação".

Repugna-me - 1



Por mais que eu não goste da arquitetura do Niemeyer, o que ele fez está lá, para ser criticado com objetividade. Agora, este pedagogo só elucubrou suas abstrações, com péssimos resultados que sentimos até os dias de hoje. E quanto mais abstratos e vagos são os conceitos, maior é a retórica de admiração de fanáticos e oportunistas que não têm algo concreto para mensurar, avaliar e julgar. Quem quer que já tenha dado aula, 8, 12 ou 14 por dia sabe muito bem que o blá blá blá deste sujeito não resiste a menor irrupção de indisciplina. Só mesmo um teórico - no péssimo sentido da palavra - e que nunca se dedicou a ensinar full time para disseminar tais vaguidades e nulidades.  

sexta-feira, janeiro 04, 2013

Nós e eles



Qual a importância de construir um duto que terá impacto sobre a vida dos ursos selvagens? Ou construir uma usina sabendo que poderá levar os sapos locais ao "extermínio" pode ser considerado legítimo em nome do desenvolvimento econômico? Usar macacos em testes de laboratório para remédios também pode? É permissível se prender todos os donos, empregados cúmplices dos circos? As touradas deveriam ser proibidas? Eu repudio tal costume espanhol, mas deve ser preso quem faz isso? Trata-se de uma questão de "bom senso"? Então todos os espanhóis que ainda vão a touradas, assim como os turistas, são pessoas insensatas? A rinha de galo deve ser vetada, mas o boxe com humanos deve ser permitido? Corrida de cachorros pode? E jockeys montados em cavalos? A carne de cavalo pode ser consumida, tal qual em outros países? O polo deve acabar?

Compreendo que são temas complexos. Alguns de difícil resolução entre "natureza" e cultura.

Alguns pontos me chamam a atenção: