Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




sexta-feira, dezembro 28, 2012

Comparado ao que, mesmo?

"A escalada dos casos de mortos em confronto é acompanhada da onda de violência que se intensificou em outubro e provocou a queda do secretário da Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto, em 21 de novembro - e sua substituição por Fernando Grella Vieira. 'Acho que se demonstra claramente a existência de uma política institucionalizada para matar. É impossível que se tenha tantas pessoas dispostas a morrer em confrontos com a PM. É preciso checar no que deu a investigação a respeito dessas mortes', diz o presidente do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, Ivan Seixas."
O número é alto em relação ao quê? Outras sociedades? O número em si não diz muito se não soubermos em qual universo ele se insere. Proporcionalmente falando pode ser baixo, a matéria precisava disponibilizar mais dados para que possamos julgar.

O Presidente do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, Ivan Seixas diz acreditar que não haja "tantas pessoas dispostas a morrer em confrontos com a PM", eu acho que o raciocínio é outro: será que há tantas pessoas dispostas a resistir confiantes na sua impunidade perante o sistema judicial? Esta é a questão e, uma vez enfrentada, o crime provavelmente diminuiria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário