Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




domingo, janeiro 17, 2016

QUANDO OS PROFESSORES QUEREM FALAR DE SEXO


O absurdo disto, quando debatemos com petistas ou esquerdistas em geral (embora nem todos concordem com este descalabro) é a superestimação do espaço escolar. EM PRIMEIRO LUGAR, ninguém deve discriminar, sobretudo no espaço escolar, qualquer forma de sexualidade (desde que não haja coação de uma determinada forma de sexualidade), MAS a escola não deve orientar a sexualidade que deve se desenvolver de forma AUTÔNOMA. É um absurdo que devamos interferir nisto, para o bem ou para o mal, não importa. Esta e outras interferências ou "novidades" criadas pelo MEC é que provam como o ministério está perdido, sem direção, sem rumo e sem metas para realmente avançar na qualidade de ensino e estabilidade da educação. Tanta coisa pra se discutir... Por que não se discute a indisciplina que é hoje, O PRINCIPAL problema afetando a vida escolar de sul a a norte, de leste a oeste? Por que não se discute o acesso, a manutenção de infraestrutura como laboratórios, quadras etc? Por que não se discute currículos técnicos-profissionalizantes no ensino médio? Por que não se discute o gravíssimo índice de analfabetismo funcional? De evasão escolar etc? Ou de como combater a violência de modo geral? O consumo e dependência química? Cara... O MEC tem se mostrado, simplesmente, INÚTIL e pior do que isto, um grande problema ele mesmo. Estaríamos melhor sem este ENTULHO BUROCRÁTICO.

Cf. http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=10519


VAMOS LÁ PESSOAL, EU PRECISO DA AJUDA DE VOCÊS. ENTREM NESTA PÁGINA E SE MANIFESTEM. NA PÁGINA DO MEC MESMO, LÁ TEM UM ESPAÇO PARA COMENTÁRIOS. VAMOS INUNDAR O SITE DELES COM NOSSA OPINIÃO. TEMOS FORÇA. E MUITA.

Desde que não haja termos de baixo calão (porque daí perdemos a razão). Lembre-se que quem formula isto não é um bandido, meliante, psicopata ou algo do gênero, mas gente até bem intencionada. O problema é que eles simplesmente não conseguem ver a extensão de seus erros, as consequências desastrosas do que estão criando. Portanto, o foco deve ser na ideia, na mensagem (errada) que trazem e não no mensageiro.

Vamos lutar contra a erotização precoce nas escolas!
....

Nenhum comentário:

Postar um comentário