Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




quarta-feira, setembro 18, 2013

Equação de fanáticos

Sobre: A confusão mental dos seguidores de Olavo de Carvalho | Bertone Sousa
Acho que foi Henry Ford quem disse que "o dinheiro não muda o homem, apenas revela quem ele é". Analogamente, um filósofo ou, no caso, um ideólogo não muda, não vicia estas pessoas, apenas revela quem elas já eram: ávidos fanáticos esperando por um messias. E a questão não é que não possam admirar a obra de um pensador, por pior que seja, mas que sua postura, de se submeterem sem questionamentos, sem se verem como iguais, ao menos em condição, de se incomodarem ao menor questionamento ou crítica já denuncia a postura dogmática deles. E não é sintomático que Olavo só veja dogmas impostos na ciência? Porque tudo que faz neste sentido não passa de uma identificação projetiva. Na verdade, seus sete anos de estudos no marxismo foram sete anos de adestramento que, após "liberto" do marxismo passou, apenas, a perseguir estes outros fanáticos estabelecendo o mesmo tipo de crítica onde mudou o sinal, mas a equação se mantém similar.

4 comentários:

  1. Estou de acordo com a caracterização que o Bertone Souza faz das "olavetes", que são mesmo gente agressiva, dogmática e que transforma qualquer frase do Olavo em palavra de ordem a ser repetida sem questionamentos. Também concordo com a caracterização que ele faz da direita brasileira, a qual, nos raros casos em que demonstra algum conteúdo ideológico, é mesmo preconceituosa, autoritária, estatista e nostálgica da ditadura.

    Sendo assim, estou de pleno acordo com o comentário que você ao texto dele, Anselmo. Então, faço este comentário apenas para acrescentar que o Bertone, ao contrário do que diz, merece ser chamado de fascista, sim!

    O sujeito escreve: “O Brasil tinha um dos piores indicadores de saúde, educação e habitação do mundo, e isso em plena era do 'milagre' econômico do governo Médici. Mas esse é o governo perfeito daqueles que odeiam Lula, Dilma e a própria sociedade brasileira. São aqueles que não querem cotas pra negros porque não querem conviver com negros na universidade, não gostam do bolsa família porque não sabem nem se existem pobres no país.”

    Esse discurso é de um maniqueísmo e sectarismo tipicamente fascistas, pois desqualifica moralmente qualquer um que pense diferente dele e que defenda propostas de políticas públicas alternativas às do partido que ele apoia, que é o PT. Ora, eu sou contra as cotas raciais e sociais e sou a favor de políticas de transferência de renda, mas desde que focalizadas, e não aplicadas segundo o modelo assistencialista do PT. E eu abomino os governos do PT por serem autoritários, sistemicamente corruptos, incompetentes e intervencionistas. Mas, segundo o Bertone, quem defende posições como as que eu defendo só poder ser alguém racista, insensível ao problema da pobreza e que tem ódio à “sociedade brasileira”!!!

    Vemos então como os extremos se tocam: o regime militar cunhou o horrendo slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o”, segundo o qual quem não estava a favor do Estado autoritário só podia estar contra o Brasil, devendo então pegar o caminho para o aeroporto; já o Bertone Souza diz que os críticos de Lula e Dilma odeiam “a sociedade brasileira”! Se é assim, ele quer que eu me mude do país, é?

    São autores como Bertone Souza que acabam dando razão a certas críticas que o Olavo e suas olavetes fazem à nossa esquerda intelectual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, Diniz. Inclusive foi este o teor do post "Detalhes sobre a crítica ao fanatismo de direita - 1" publicado abaixo, em que discordo da defesa que ele faz do Governo Jango. Como eu não havia visto este comentário discriminador do Bertone, ou não tinha dado a devida atenção ao mesmo passou batido.

      Excluir
    2. Realmente, as interpretações que ele faz do governo Jango, da bandeira da reforma agrária e das relações entre comunismo e nazismo reproduzem uma série de falsidades que a esquerda intelectual e política vem divulgando há décadas. Há tanta coisa criticável no texto dele que haja post e comentários para corrigir tudo. Só mesmo as críticas que ele faz às "olavetes" - e, em grande parte, ao próprio Olavo - é que estão corretas. E o cara faz essas críticas sem perceber que ele é uma "olavete" com sinal ideológico trocado...

      Você faz muito bem em expor e comentar essas escaramuças que acontecem entre esses representantes dos nossos extremos ideológicos na internet. Quem sabe se, com o tempo, mais pessoas se tocam de que nenhum debatedor que se julga senhor da virtude sabe debater ideias ou tem na cabeça algo que seja uma ideia de verdade.

      Excluir
  2. Aquele CHARLATÃO cara-de -pau é tão VIGARISTA que tenta impor essa empulhação vagabunda: "A História da Ciência Moderna começou com a perseguição a um cidadão que levantou a suspeita de que os médicos estariam transmitindo doenças e infecções por suas mãos sujas, e o problema seria resolvido apenas tendo a higiene de lavar as mãos. Destruíram a vida do homem, que morreu louco de tanto sofrimento."

    Considerando que não é aquele mentiroso descarado quem decide o que é "A História da Ciência Moderna" nem o que é Modernidade, e que a própria Ciência não é uma Máfia que persegue pessoas por suas opiniões (como a Inquisição que Olavo de Carvalho defende tanto) aquele HIPÓCRITA sem-vergonha não convence nem criancinha com essa estória furadíssima.

    Mas não deixa de ser esclarecedora a obsessão desse fanático religioso em fazer uma campanha de Ódio á Ciência. Todo mentiroso obscurantista vive de tentar destruir o método investigativo que leva ao desmascaramento de ideologias mentirosas que tentam se impor á Humanidade como “a Verdade, o Caminho e a Vida.”

    Típico de um pseudo-filósofo.

    NENHUM filósofo de verdade ODEIA a Ciência.

    Olavo de Carvalho só denuncia o Totalitarismo da Esquerda para empurrar goela abaixo da Humanidade a proposta dele de Totalitarismo da Direita Religiosa Católica.

    Quanto mais eu o conheço, mais eu o repudio.

    ResponderExcluir