Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




sexta-feira, fevereiro 19, 2016

A necessidade de teorias da conspiração


Vale a pena ouvir:


Ontem mesmo recebi um vídeo sobre "a ciência complica" é como "a Terra é plana". Independente deste ponto, que me parece já morto desde os gregos (veja a luz do Sol no fundo de um poço em diferentes latitudes no mesmo horário), que se provou a esfericidade da Terra.

Agora, todos nós podemos errar, certo? Uma das mais fantásticas teorias já desenvolvida, a da Tectônica de Placas (de placas na crosta terrestre que se deslocam em função das pressões advindas do manto, a camada inferior com magma fervilhante em expansão e retração) foi desenvolvida graças a uma "viagem imaginativa" de que os continentes flutuavam nos oceanos (teoria da deriva continental).

O dilema que Pirula lembra (Poe) que a partir de certo momento é muito difícil diferenciar um louco de um fanático nos leva a outra questão: o que é a loucura? Claro que um psiquiatra teria a resposta na ponta da língua, mas isto é importante porque há muitos comportamentos adotados socialmente (por um grupo de indivíduos) que parte da concepção diferenciada de mundo, algo que não seja visto como agressivo ou necessariamente desafiador, mas que procure desvendar um "grande segredo". Uma das coisas, aliás, que acho mais engraçada é que, como em uma época que mais se divulgam informações, mais se acham supostos indícios de segredos que estão -- pasmem! -- em um site da internet. Ninguém sabia, só você e seu grupo de iluminados é que descobriu a verdade, sacou?

Anos atrás, aqui perdidos no bairro que vivemos em Florianópolis, cheio de "alternativos", gente que veio buscar "uma melhor qualidade de vida", leia-se, fugir das grandes cidades, sua poluição e violência, mas também viver em meio a uma melhor comunidade e "gente de bem" etc. São neo-hippies, entendeu? Outro dia, no meu pilates, vi uma tia dessas falando sobre o poder da indústria química-farmacológica e como somos reféns dela e temos que nos libertar blá-blá-blá... Ao observá-la se notava uma vestimenta moderna, dessas calças coladas que se ajustam ao corpo, coisa que não existiria sem a maldita indústia que ela criticava. Quando a aula terminou, ela saiu e ligou seu carro, um Toyota perua desses modernos. Cara, como uma pessoa consegue ser tão imbecilmente cega assim?

Lembrei-me agora de um plantão médico homeopata, um vídeo engraçadíssimo que um amigo me mandou tempos atrás. É como quando tive* câncer, um desses amigos me falou de um chá que eu devia tomar... Êi! Olhe! Adoro chá, agora mesmo estou tomando meu tererê com boldo e mais umas coisinhas, mas esta história não pode ser levada a sério, quando um iludido desses vem te oferecer a cura milagrosa pelas ervas. É tão difícil admitir assim que temos pouquíssimo controle sobre nossa realidade e nosso mundo? O mesmo sujeito teve pólipos no intestino que teve que correr para extirpá-los no hospital público e ficou todo cagado depois correndo atrás de curas alternativas. Eu cometi esse erro uma vez ao comprar uma meleca chinesa que diziam fazer bem para dores no ombro. Consegui curá-la quando parei de fazer força de modo errado e deixei de ser mão de vaca investindo em um colchão de boa qualidade.

Sabe... É difícil admitirmos, mas não temos o controle do mundo, embora tenhamos evoluído em sua compreensão. Isto é que é difícil admitir quando se é fanático: que não é 8 ou 80; que não é preto ou branco, que temos uma melhoria em nossas vidas, embora não seja total, temos quedas e ascensões, oscilações na evolução social, que melhorarmos enquanto espécie humana sim, embora possamos fazer melhor ainda.

Agora, se tu não gostou do que leu, se é um teísta - seja crente de Jesus, Alá, ou seja lá quem for -, se tu é só um budista ou congênere, como amanda margas etc. Se acredita em chakras, florais de Bach ou gosta de queimar incenso que fede a talco na tua casa, fique a vontade, viva tua vida! Mas, já que acredita em "força superior"... Já que acredita em deus - seja lá como prefira dizer - mantenha tua manifestação longe da minha caixa postal ou linha de tempo porque, caro amigo ou crente sociopata, não vou conseguir evitar (porque não quero) de te ofender ao expor o que acredito ser a verdade.

Ao final das contas, a verdade existe como uma fagulhazinha de brasa acesa no meio de um monte de cinzas envolvidas pela fumaça da mentira. Mas ela existe e vai te incomodar, sempre.


Um bom dia, mesmo que por enquanto.

Anselmo Heidrich


--------------------------------------------------------------------
[*] Ele volta, eu sei, só o atrasei por um tempo.

---------------------------

Fas est et ab hoste doceri – Ovídio


Se concorda, compartilhe.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário