Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




domingo, novembro 15, 2015

Tragédia em Mariana, MG - 01


Algumas considerações sobre a tragédia em Minas Gerais:

Segue um comentário de um engenheiro de minas para reflexão:A cada dia eu entendo menos nosso povo... Somos um povo estremamente emotivo e passional, o que ao meu ver é excelente, somos politicamente e socialmente imaturos, achamos um absurdo e repugnante uma mineradora lucrar 2,6 bilhões de reais mas é "normal" a corrupção em uma empresa estatal ter perdas declaradas do triplo deste valor com corrupção, e somos um povo extremamente fácil de sermos doutrinados... Acontece um incidente catástrófico com um mineradora em Minas Gerais e de repente os jornalistas e os políticos (que ao meu ver só estão buscando uma auto promoção com a desgraça alheia) viram os maiores especialistas do assunto...Então, como Engenheiro de Minas eu me acho na obrigação de fazer alguns esclarecimentos pelo menos aos amigos: 1- Apesar dos mineradores adorarem a mineração, não ficamos fazendo buracos, transformando montanhas em vales e vales em montanhas por que achamos bonito! Mineração só existe por um motivo: VOCÊ! É a demanda por produtos minerais que fazem da atividade de mineração um negócio rentável! Caso você não saiba, só no ano passado cada brasileiro consumiu 126 kg de produtos siderurgicos, isso dá algo em torno de 200 kg de minério de ferro! Olhe ao seu redor... Tirando o que é feito de material animal ou vegetal todo o resto precisou de uma mineradora! Seu carro, o onibus, metrô ou avião que você pega, seu celular, computador, seus talheres, copos, sua casa... Então amigo ou amiga, seus pézinhos também estão sujos com a lama da Samarco!2- Não conseguimos fazer mineração onde queremos! Ninguem avisou para o minério que ele deveria se concentrar em um lugar feio, longe da população ou de recursos naturais...3- Ninguém constrói ou opera uma barragem para que ela se rompa! Muito pelo contrário, empresas sérias como a Samarco gastam milhões por ano para mantê-las integras e seguras! Infelizmente, acidentes podem acontecer com qualquer um! Eu (Welson) não acredito que o rompimento desta barragem foi descaso ou omissão! Monitorar e/ou recuperar uma barragem custa muito barato frente aos riscos ao qual as empresas se expõe não o fazendo.4- Rejeito de minério de ferro não é tóxico! A lama é composta de ferro, sílica, amido gelatinizado com NaOH, amina e, para corrigir o pH, soda (o que não implica dizer que ela não vai detonar a fauna e a flora a jusante, isso é fato)5- Muitas pessoas estão postando que há um laudo do Ministério Público de 2013 que questiona estabilidade da Barragem do Fundão. Impressionante como as pessoas nem sequer tem a preocupação de checar a veracidade daquilo que publicam. O laudo, em nenhum momento, trata da barragem! Ele trata da Pilha de Estéril do Fundão e quais seriam as consequências da elevação do nível de água no pé da pilha, como resultado do alteamento da barragem.6- Os lucros das mineradoras são sempre gigantescos por um motivo: houve um investimento gigantesco lá no passado para que aquela estrutura também gigantesca esteja ali! Se o investimento não der retorno, melhor deixar o dinheiro no banco, não tendo riscos!Enfim, gostaria de deixar claro que me solidarizo com as vítimas do acidente da Samarco, da maneira que pude eu tentei ajudar... Acredito que a Samarco terá um discernimento adequado para tratar dos afetados pelo incidente (esse lucro que todos criticam vai ser pouco para o que será gasto agora) e espero também que as pessoas comecem a buscar melhores informações antes de tentarem convencer o mundo que uma bobagem repetida muitas vezes vire uma verdade!Quem tiver alguma dúvida estou sempre à disposição!

(Fontes: http://www.acobrasil.org.br/…/…/numeros/numeros--mercado.asp) / http://www.institutominere.com.br/…/5-contradicoes-sobre-o-…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário