Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




quinta-feira, março 22, 2012

Para que serve um DCE?

Tomatadas: Grupo Geo Corp é boa iniciativa: Fiquei sabendo hoje, no intervalo da aula, que alguns alunos da UFPR montaram um grupo para divulgar informações úteis para a futura profis...
Quando eu era estudante tivemos uma visita de um professor de geografia da Alemanha. Após tê-lo interpelado em uma palestra nos aconselhou, "pense em como em seu papel de geógrafo, você pode auxiliar seu país". Aquilo me soava à época como completamente non sense. E hoje, ao contrário, eu entendo perfeitamente. Antigamente, eu achava que o que orientava o trabalho acadêmico e/ou profissional era a ideologia ou, se preferirem, uma orientação filosófica. Só que, mesmo que as tenhamos, inclusive bem consolidadas, de pouco adiantarão se não tivermos capacitação técnica, um método ou agrupamento de métodos de pesquisa para atingirmos os objetivos necessários ao planejamento governamental ou empresarial. Você pode se comover e querer agir em prol dos necessitados com seu trabalho, mas a orientação ideológica não lhe trará nenhuma técnica capaz de ajudá-los em sua especificidade profissional. Será que esses garotos de DCE nunca pararam para pensar que não se constrói uma sociedade com paralizações, greves e atos públicos, mas sim com geração de emprego, que é dada em primeiro lugar pelas empresas privadas? Se só greve resolvesse algo, então seria fácil, bastaria parar com as atividades acadêmicas, inclusive parassem de estudar. Agora me digam, quantos desses estudantes de DCE se reúnem para levantar o acervo de uma biblioteca e sugerir outros títulos? Nesses tempos de internet, quantos desses estudantes pesquisam o ensino e mercado de trabalho para geógrafos em outros países e sugerem mudanças curriculares em suas universidades?
Agora perguntem quantos deles já foram escalados para trazerem trouxinha de maconha para a próxima festa do DCE?

Nenhum comentário:

Postar um comentário