Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




terça-feira, maio 12, 2015

Bobagens cubanas



 Um idiota escreveu:

“Você é mesmo desinformado. O governo cubano vem preparando o país para adaptar-se novamente ao capitalismo. Mas não esse capitalismo selvagem e injusto. Será uma espécie de social-democracia.

Ah sim! O governo cubano vem preparando o país há mais de 50 anos o país para o capitalismo, isto depois de ter insistido de modo SUICIDA num caminho para o subdesenvolvimento, que só foi mais escamoteado graças ao TOTAL SUBSÍDIO SOVIÉTICO. Quando a URSS deixou de existir, PORQUE SIMPLESMENTE FALIU, o estado dependente, que como craqueiro sem pedra definhou por completo. 

Para entender o que se passa atualmente em Cuba tem que se levar em conta três fatores que levaram à REAÇÃO e MUDANÇA DE ESTRATÉGIA de Washington:

1.      O governo de Caracas;
2.      A influência russa (vendendo armas para a Venezuela e tentando construir um canal na Nicarágua, que ligaria os dois oceanos como alternativa ao do Panamá);
3.      Aplicação da força contra interesses estratégicos do Itamaraty (diplomacia petista) e de Pequim.
Assim vocês conseguem entender o porquê da retirada do embargo (que a sua época teve sentido) e associação com Cuba que, quer queira ou não, é uma importante ilha no Caribe.
Ignorar estes fatos e achar que Havana planejou algo é assinar um atestado de estupidez.

E agora o embargo, que sempre volta como eterna justificativa para meio século de subdesenvolvimento e ditadura. Quanto a esta última, o governo castrista simplesmente NÃO TEM DESCULPAS. Se Pinochet no Chile executou mais de 3.000 pessoas, o que dizer de Fidel que ceifou a vida de 17.000 pessoas? A maioria, aliás, ACUSADA DE CRIME DE CONSCIÊNCIA. Acordem!

O embargo não deveria ter durado tanto, é verdade, MAS à época, como reação à ameaça soviética, com mísseis apontados para o território americano, não havia nada mais sensato. Ou era isto, ou a ilha seria atacada. Kennedy procurou uma solução de contenção.


2 comentários:

  1. Risos... Uai, não faz sentido o embargo então (na cabeça dele). Se ele defende mesmo esse "socialismo", é óbvio que falar sobre o embargo americano é uma piada de mau gosto. Ainda mais uma potência suprime do capital, como a burguesia americana. (Na cabeça do indigesto), ele deveria, então, pensar que o capitalismo traz coisas ruins e toda aquela baboseira, mas não, está é defendendo o capitalismo sem saber, já que culpa os americanos pelo embargo. Dá a impressão que tudo de ruim a Cuba é culpa dos EUA e por ai vai... O que na verdade esconde o governo de Havana pelos seus próprios fracassos.

    E depois os alunos vêm me questionar por que não falo de socialismo nas aulas e bastante sobre o funcionamento do capitalismo (economia de mercado, investimentos e etc), já disse a eles... Vocês viram e verão até nas universidades, ainda mais se forem fazer humanidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Estevan, o que falta a este pessoal, mais que alguma atualização histórica ou filosofia é o mais puro senso de lógica. O sujeito culpa os EUA pelo atraso em Cuba... Ora! O que os EUA fizeram foi impedir que Cuba pudesse se seduzir pelo capitalismo ao negar-lhe a oportunidade de comercializar (atividade capitalista) com outros capitalistas fortalecendo assim o capitalismo global!

      Excluir