Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




sábado, maio 30, 2015

Vitimologia do semanário Carta Capital II


Aquele video na passaeata em q pararam em frente à casa de professores q expuseram faixas de greve e os chamavram de FDP, mandaram tomar no .. e acabaram com um "vagabundos", alegando q gente q trabalha só protesta aos domingos...o outro q mostra um rapaz de camisa vermelha sendo ameaçado, os vários depoimentos dando conta de q nordestino é ignorante, etc...é tudo vitimismo?

Eu desabono esta atitude, claro, mas discordo de que toda greve seja sensata, economicamente falando. O DF, sob influência direta da presidência da república concedeu aumentos requeridos pelos sindicatos, como a CUT, que é um braço do PT e deu no que deu... O orçamento do Distrito Federal está quebrado, sobra apenas cerca de 3% para investimentos. Não se pode, esta é a conclusão, desconsiderar uma das maiores realizações de nosso legislativo que foi a Lei de Responsabilidade Fiscal. Por isto entoo o cântico dos manifestantes "ah! que bom seria, se o PT entendesse de economia..."
Outra coisa que me chama muito atenção é que nunca vejo os sindicatos de professores discutindo projetos, currículos e o principal problema atual, a indisciplina. É como se não se existissem.
O professor ganha pouco? Sim, muito pouco. Isto ocorre basicamente porque há um excesso de oferta desta mão de obra de baixo nível educacional. Horrível ouvir isto? Sim, a verdade é horrível. Tempos atrás, nas gestões do FHC, quando os governos revelavam estatísticas desfavoráveis e não interferiam no IBGE ou no IPEA, li que 44% dos professores brasileiros sequer tinham o ensino médio. Obviamente que para empresários ou governos municipais pouco importa a qualidade se (a) há mão de obra para preencher as vagas se submetendo trabalhar por tão pouco e (b) a população (que é o cliente) não reclama da qualidade, mas sim se a escola não tem computadores ou se seus filhos são obrigados a usar uniformes. Nossa crise educacional é consequência da cultura geral do país, pais, professores e também governos.
Então tu viu um depoimento de um rapaz de camiseta vermelha que foi ameaçado? Tu sabe quantas fotos eu já vi de brucutus de sindicatos que agrediram "coxinhas"? Há uma famosa de um manifestante do MBL no RJ que foi agredido por três da CUT. Famosa este, sem nem falar em toda barbárie imposta pelo MST e congêneres Brasil afora. Um não justifica o outro, mas é óbvio que pela falta de repressão a estes grupos mais radicais, o país ruma a conflitos mais sérios. E isto vai ocorrer, infelizmente.
E acho sim que quem se manifesta durante os dias úteis, e ainda recebe 35 reais e pão com mortadela é porque não trabalha como alguém que precisa cumprir uma carga semanal completa. São manipulados pelos sindicatos. E qual partido está mais próximo destes? Tu saberia me apontar?
Em Brasília, no dia 27, dia da manifestação pelo impeachment havia paralisação parcial dos ônibus do DF para prejudicar o deslocamento em direção ao Congresso Nacional. Era ou não era um ato político de quem não necessita trabalhar como qualquer outro? E claro, como foi durante a semana, a maioria dos manifestantes não pode comparecer. Mas, no referido caso da campanha pró-impeachment dia 27 passado, como poderia ser diferente para se conseguir contactar a oposição? Fim de semana não há nenhum deles trabalhando e ninguém nos receberia.
Quem diz que "nordestino é tudo ignorante"? Quem votou no Aécio Neves? Quem foi às manifestações? Se disseram isto, não sei em qual contexto, nem quantos, só posso dizer que é porque votou na Dilma. E cá entre nós, não penso diferente sobre quem a elegeu. Aécio seria bom o suficiente? Não. Eu prefiro gente como Jair Messias Bolsonaro ou até o pastor Everaldo, mas se o melhor é inviável fico com o razoável.
Estamos entrando em um ciclo de recessão e será longo. Sofreremos consequências pesadas e isto tem tudo a ver com 12 anos de governo petista. Só desejo que Luís Inácio Lula da Silva não faleça, pois a morte é boa demais para ele. Ele não pode ser martirizado, pois isto sustentaria ainda mais o vitimismo que hoje assola o país. No entanto, isto daria mais pautas para um semanário que se auto-vitimiza para conseguir financiamento governamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário