Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




domingo, junho 05, 2016

Birras infantis e política



*Liberals, no inglês, particularmente nos EUA corresponde à "liberais nos costumes", isto é, não conservadores, o que aqui bem poderia ser entendido como "esquerda". 

Cf. https://www.facebook.com/paul.j.watson.71/videos/10154229774006171/

Bem, pelo que entendi se trata de um estudo científico, mas vejamos duas questões/observações:

1. Ciência não dá certeza, mas indica um método válido para investigação que pode nos trazer à verdade (ou não). Portanto, desconfie daqueles picaretas de internet que dizem que "tem a verdade";
2. O garoto do vídeo fez um relato, i.e., fez um RESUMINHO. Isto, por si só, já indica uma leitura pessoal e não um estudo comparado sobre outro estudo. Portanto, calma porque ele pode estar exagerando.

E conclusões científicas geralmente são reducionismos porque não é possível pesquisar todo mundo que teve um caso assim. Tu, p.ex., teve uma boa experiência com a creche e era necessária. Conheço gente que não colocou o filho em creche e tem uma criança agressiva em casa. A questão é a proporção, será que isto é tendência positiva ou negativa? Não sei dizer, por isto me interessei pelo estudo, exatamente por não ter certeza desta realidade, mas... Me parece bem PLAUSÍVEL que quem não tenha o contato censor dos pais não conheça limites e, claro, o fato de passar bastante tempo com os pais também não é garantia de que não seja uma criança mimada, birrenta e que trará enormes problemas mais tarde, para a sociedade, sua família e, especialmente, para si mesmo. Nós mesmos aqui em casa precisamos de creche (o 'infantil'), pois do contrário não conseguiríamos trabalhar.
Por outro lado pense no seguinte, uma geração inteira dependendo disto, ou duas vai saber... Sem critério, massificada será que não são deixadas de lado. Ouço relatos de descasos que pela falta de comunicação e censura, a criança se desenvolve como gado xucro. Só que um dia vira um adolescente musculoso de 80 kg. E aí, o que fazer? Por isto não acredito somente no liberalismo, uma certa dose de conservadorismo faz bem também.
Francis Fukuyama, famoso sociólogo americano que vaticinou "o fim da história' pelo triunfo do capitalismo nos 90 e foi achacado pelas esquerdas por conta disto? Em seu livro A Grande Ruptura, ele mostra como o casamento e sua transição para um modelo monoparental influenciou enormemente a cultura ocidental. Além disso, no Freaknomics, livro de S.D. Levitt e S.J. Dubner mostram como o caso Roe v. Wade, na década de 70 influenciou a sociedade americana, ao legalizar o aborto (quando uma mulher processou NY pela garantia do direito) e daí em diante, uma série de filhos indesejados deixou de nascer, o que teria (hipoteticamente) diminuído a taxa de crimes.

---------------------------
http://inter-ceptor.blogspot.com/
Fas est et ab hoste doceri – Ovídio
Se concorda, compartilhe.   



Nenhum comentário:

Postar um comentário