Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




quinta-feira, junho 23, 2016

Tem algo errado no ensino privado em Santa Catarina?


Sérgio Roberto, professor de história em Chapecó critica os baixos salários do setor privado em sua região:
Cf. Sem frescura: Tem algo errado no ensino privado.: Falar sobre educação é necessário e sempre muito importante, principalmente porque sabemos das enormes carências e deficiências que ainda t... 
Os baixos salários dos professores da rede privada em Santa Catarina são compreensíveis, embora imorais e injustificáveis se tomarmos em consideração que esta deveria ser uma das principais políticas públicas no país. Mas, são compreensíveis exatamente porque o estado detém a menor taxa de natalidade do país, logo de reposição de jovens no mercado de trabalho, nativos, catarinenses mesmo. O efeito disto é lógico: há menos demanda pelos serviços educacionais e os professores não tem sua oferta reduzida na mesma proporção, o que leva a um excesso de oferta desses profissionais. O resto é Lei da Oferta e Procura, muita banana na feira, banana em promoção. Triste, duro ouvir isso, mas estamos oferecendo muitos profissionais e, cá entre nós, de nível cada vez mais sofrível em um estado com cada vez menos jovens (proporcionalmente falando). Como se tudo isto não bastasse, ainda temos uma elevada taxa de evasão no ensino médio. Como resolver? Valorizando, i.e., pagando melhor o profissional da rede pública porque isto reflete no setor privado. Se não há fundos para tanto deve se reconfigurar os gastos públicos para setores essenciais (Educação, Saúde e Segurança) que, como bem sabemos, tem sido muito mal gastos neste país. 

Anselmo Heidrich
---------------------------


Fas est et ab hoste doceri – Ovídio


Se concorda, compartilhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário