Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




domingo, janeiro 08, 2012

Atalhos gramscistas


Por isso mesmo, faz-se mister compreender, por exemplo, que não há contradição alguma se um libertário ingressa no serviço público com o fito de lutar por dentro da máquina estatal para o seu fim. Segundo a definição de Gramsci, este estaria agindo como um verdadeiro intelectual em prol da causa revolucionária, pois se utilizando da consciência de classe (no caso, a libertária), atuaria para cooptar 
mais pessoas para esta luta, alertando-as para a real natureza do sistema em que vivem. Notem que assim, o papel de qualquer libertário dentro de uma sociedade estatal deve ser o de agir como um verdadeiro anti-intelectual (termo cunhado pelo filósofo Hoppe em um dos seus artigos), derrubando os argumentos e a ideologia estatista “por dentro” do sistema, colocando-a em seu lugar os fundamentos da filosofia libertária. Essa deve ser a natureza da contra-ideologia libertária.
Gramsci e o Libertarianismo

O que está ausente neste libelo é a (a) democracia e a (b) verdade. Gramsci se baseava na imposição cultural do marxismo através da ideologia, o que não é um debate aberto sincero e honesto em busca da verdade que pode ser atingido através do fórum democrático. Libertários buscando esta forma de proceder, irão se tornar, gradativamente, iguais aos que criticam na estrutura estatal. Não tem jeito, o caminho é democrático e isto abarca setor público e privado que podem e devem ter suas representações em diversas instâncias, conselhos que reúnam seus representantes. Esta tática de espelho de criar anti-intelectuais infiltrados dentro de uma estrutura inimiga só irá levar a participar de mais jogos de poder e não há como não se contaminar. 

Os libertários parecem estar buscando um caminho fácil para se impor, indo direto à cúpula do poder, mas isto não sedimentará suas bases de partido, que tanto precisam para terem o necessário feedback de suas ideias, programas e ações. No nascedouro já se vê o germe do fracasso através do erro conceitual. O óbvio só não vai ser compreendido se viseiras intelectuais de um autor comprometido com a mentira e manipulação guiarem os militantes deste novo partido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário